Inteligência Emocional

12.06.2020

 

 

INTELIGENCIA EMOCIONAL: é a nossa capacidade de reconhecer e avaliar os nossos sentimentos e o sentimento dos outros e o mais importante: é a capacidade de lidar com todas essas informações.


Com ela, saberemos lidar com os nossos sentimentos de forma prática e racional e amadurecemos os nossos comportamentos. 


Passamos muito cedo, por experiências que fazem parte da construção da nossa inteligência emocional. Essas experiências emocionais podem ser positivas como negativos, e, conforme as experiências são nos ajudam a evoluir ou nos estagnar na vida.


MEU PRIMEIRO REGISTRO DE INTELIGÊNCIA EMOCIONAL que me recordo foi aos três anos de idade quando ainda morávamos em Santa Catarina, município de Itapiranga, na comunidade da linha Santo Antônio, quando eu sentada nas margens do rio Macaco, o rio recebeu esse nome por que ele é um rio imprevisível, um dia ele era pequeno e no outro dia ele transbordava e levava casas e tudo, por este fato recebeu o nome de Macaco.


Por que ele se mexia que nem Macaco um dia assim e outro dia assado.


Então eu sentada nas margens assistindo o pai e a mãe nadarem. Fizeram uma competição de nado.

Eu via a água saltar e lançar voos das braçadas na água e era tudo muito lindo pra mim, e no final da aposta o pai venceu.

Vendo os dois saindo da água rindo e dando gargalhadas de alegria e felicidades das aventuras deles.

 Eu sentia encanto e admiração por essa experiência, vivenciada.

Esse momento feliz dos meus pais.


Essas experiências fazem parte da formação de inteligência emocional positiva, de paz alegria e equilíbrio...


OUTRA EXPERIÊNCIA QUE FEZ PARTE DOS MEUS REGISTROS EMOCIONAIS foi aos 7 anos de idade, quando no final da tarde numa segunda-feira, ao chegar em casa da escola, me deparei com um clima e cenas nunca vista antes... Irmãos chorando, mãe em silêncio e o pai transtornado com varas na mão.


Assim que me viu, me passou no laço também, sem eu nem saber o que estava ocorrendo... E assim sucessivamente passou o laço em todos os irmãos, por causa de que não encontrou as suas ferramentas de trabalho no lugar costumeiro.


Percebi naquele instante que o rosto do pai estava transfigurado, de um homem calmo sereno, para um SENHOR, Severo e bravo.

E eu, DE criança livre solta, passei rapidamente para uma criança mais ajustada e recolhida. Levando a vida mais a sério e atento a partir desse momento.


Algo estava diferente, o pai havia se transformado.

Para mim uma manifestação nunca vivenciada antes.

 Assim funciona, quando REGISTRAMOS a nossa inteligência emocional. E essa experiência é a oposto à vivenciada anteriormente.

Formei crenças e conceitos de que a vida era mais séria do que eu imaginava....
 

A final o que é inteligência emocional?


É a nossa capacidade de reconhecer e avaliar os nossos sentimentos e o sentimento dos outros e, O MAIS IMPORTANTE: é a capacidade de lidar com todas essas informações.


Inteligência emocional que tanto se fala E SE TENTA desenvolver nas grandes empresas segundo uma pesquisa E DIVULGADA pela REVISTA “MELHOR  Dias”, relata que 90% dos executivos têm o desejo de capacitar e desenvolver o treinamento de inteligência emocional em suas equipes, porem as pesquisas mostram que apenas 31% dos executivos possuem essa habilidade para desenvolver e ajudar as pessoas.


ISSO NOS MOSTRA QUE NÃO É TÃO FÁCIL ASSIM TER UMA ESTRUTURA DA PERSONALIDADE BEM FORMADA.


COMO  FUNCIONA A NOSSA MENTE CONSCIENTE E INCONSCIENTE?


Somos apenas uns 10% de mente consciente e 90% de mente inconsciente. A mente consciente tem a função de observar, analisar, comparar e formar crenças e conceitos e as manda para o inconsciente O QUAL as armazena.

E a maior das informações que fazem parte da nossa estrutura é impressa na mente inconsciente até os 8 anos de idade.


Agora imagina, como foi A SUA vivência até os 8 anos de idade?.

- Quais eram as suas experiências de vida, nesta face?

 

-Qual era o discernimento das coisas que processamos nesta idade?

 

Será que tínhamos a inteligência suficiente nessa idade para formar os conceitos certos e benéficos para nossa vida?...

 

E É ISSO que hoje na vida adulta reverbera em nós. Aí podemos tomar consciência dos nossos estados emocionais ATUALMENTE.


Se tivermos dificuldades, a boa notícia é QUE podemos reprogramar toda a nossa mente inconsciente, inclusive o DNA emocional também.

COM TERAPIAS DE REPROGRAMAÇÃO...


Qual a função da mente inconsciente? - armazenar e executar. É ELA QUE executa e nos faz agir conforme as informações e experiências sentidas, vividas e armazenadas, segundo o que lhe foi enviado pela mente consciente das faces anteriores.


- POR ONDE, E COMO AS INFORMAÇÕES ENTRAM NA NOSSA MENTE CONSCIENTE?


Pelos 5 sentidos as informações entram na nossa mente consciente. Daquilo que ouvimos, vemos, cheiramos, degustamos e tocamos. QUER DIZER: audição, visão, olfato, tato, paladar, e essas informações e experiências vão formando a estrutura da personalidade e a mesma pode continuar se aperfeiçoando ou retardando durante o decorrer da nossa vida.

Através dessas vias formamos os nossos sentimentos, crenças e conceitos que podem tanto ser limitadores ou potencializadores.

Quando as informações e experiências são NEGATIVAS nos limitam. Através do sofrimento e da dependência a INTELIGÊNCIA pode DIMINUIR e se atrofiar.


E quando POSITIVOS nos POTENCIALIZAM e ativam em nós os nossos valores, a nossa inteligência, a força de vontade, o espirito de luta, persistência, ponderação, determinação, ânimo, motivação resiliência etc...

SÃO VÁRIOS OS FATORES QUE FORMAM A PERSONALIDADE.

A personalidade é a combinação de fatores biológicos (como raça, cor da pele e cabelo), socioculturais (por exemplo, educação, cultura, crenças e valores) e psicológicos (temperamento, caráter, habilidades e capacidades intelectuais, entre outros).

Então estamos aqui falando mais dos fatores Psicológicos e socioculturais..

A personalidade é o conjunto das características marcantes de uma pessoa, É A FORÇA ATIVA que ajuda a determinar o relacionamento da pessoa.

Conforme o padrão individual de cada um. E A FORMA como a pessoa está inserida na sociedade e no seu convívio afetivo.


De acordo COMO a pessoa pensa, sente, age e interpreta os acontecimentos a sua volta, e a partir das suas experiências passadas PODEM SE MANIFESTAR comportamentos alterados.


E esses comportamentos NÃO bem resolvido pode criar uma estrutura da personalidade desestruturada.

 

 Desencadeando a neurose, psicose e esquizofrenia. Que são caminho perigosos que fazem a pessoa definhar.


- NEUROSE =


A neurose por exemplo é um estado mental alterado, MAS A PESSOA TEM CONSCIÊNCIA da neurose da doença. A neurose manifesta ansiedade, angústia e transtornos na relação interpessoal, consigo mesma. É UM INTENSO estado de ansiedade e mal estar geral.


Oxalá se nós humanos fossemos bem estruturados. Estima-se que mais ou menos umas 260 pessoas na humanidade tiveram sua personalidade bem estruturada. Exemplo: Jesus Cristo, Buda, Madre Tereza da Calcutá, Mahatma Hama, Gandhi, Chico Xavier, são alguns que me vieram agora na mente.


Eu estou tentando VER SE CONSIGO melhorar o nível da minha frequência vibracional.

 

Ainda, SE alteramos muito fácil e às vezes por pequenas coisas corriqueiras do dia a dia. Essa mudança requer muito treino e meditação diária para criar um novo quadro mental da gente mesmo. Mas é possível... Eu medito de manhã e à noite uma meia hora...

 


- PSICOSE é outro estado é de uma desordem psicótica.


Já mais avançada e profunda dos caminhos da desestrutura emocional, devemos ficar atentos aos nossos sentimentos e administra-los.


ENTENDE-SE que a psicose é um estado mental que prejudica o pensamento, a percepção de assimilar e compreender as coisas, o modo de opinar e julgar.

TORNANDO- SE um transtorno sério para a pessoa...


Neste estado a pessoa surta com facilidade, ela perde o senso de percepção da realidade. A pessoa chega a delirar alucinar, chega à loucura e a paranoias.


É um distúrbio mental EM QUE a pessoa que sofre desse mal fica muito desconfiada, pensa ou suspeita EQUIVOCADAMENTE E OBSESSIVAMENTE que alguém está tentando prejudicá-la.


E esses distúrbios vêm acompanhados de sentimento de que alguém não gosta dela ou que a outra pessoa está sempre criticando ela.

 

Esses delírios duram um curto tempo, sempre menos do que 30 dias.

 

PODEM OCORRER em pessoas saudáveis EM UMA ADAPTAÇÃO há algo muito ruim e traumático ou ainda em pessoas que já possuíam alguma doença psiquiátrica que não estava bem estabilizada nos (depressivos, ansiosos, bipolares, esquizofrênicos, autistas, dependentes químicos tanto no uso quanto na abstinência aguda das substâncias, químicas ativas. etc).


E O CAMINHO do declínio psicológico vai se aprofundando cada vez mais se a gente não ficar experta e se cuidar e cuida das pessoas queridas com as quais nós convivemos...

A jornada pode se tornar árdua, POIS, da Neurose vai para a psicose e por fim para a esquizofrenia que pode ser um caminho de difícil volta.


- TERCEIRO - ESTADO O DA ESQUIZOFRENIA é uma doença grave e crônica e dizem que é sem cura QUE PODE OU NÃO TER sintomas psicóticos como: alucinações, delírios, paranoias.


A pessoa com um quadro mais avançado das doenças mentais como esquizofrenia entra facilmente em um cenário cheio de sintomas negativos: isolamento social, falta de energia, falta de vontade, param de falar, de se movimentar, às vezes até de comer, etc.


Estes fatores que falei podem vir de ESTADOS psicológicos alterados. Do MEIO em que vive ou ainda biológicos PRÓPRIOS de nascença, da natureza. O esquizofrênico pode apresentar o sentimento de medo, se sentir acuado, perseguido e por isso se isolar.


A pessoa que convive com alguém com esses problemas, a melhor coisa a se fazer; E NÓS SUGERIMOS, é que acolha a pessoa, ela precisa de afeto e carinho, estar junto, compreendê-la entendê-la, jamais e em hipótese alguma contrariá-la.
Mostrar a pessoa QUE ESTÁ CIENTE do sofrimento que está passando, mostrar empatia e ser no máximo colaborativo e não mentir em momento alguma.

Para isso é importantíssimo buscar ajuda com um terapeuta bom, para fazer a reprogramação mental dos sofrimentos vivenciados e sobrepor fatores positiva em cima dos negativos na mente inconsciente de novo...


As emoções são tão importantes para nós como UMA PARTE DO CORPO, e não podemos descartar sua importância.

VAMOS IMAGINAR, POR EXEMPLO:  O que a gente faz quando quebramos uma perna? Deixamos a perna quebrada ou buscamos um ortopedista? -  É a mesma coisa... Busquem ajuda...


Ouve-se muito que o senso de humor é um sinal de alta inteligência!

Não podemos generalizar essa informação, MAS FAZENDO UMA REFLEXÃO, fica claro que a capacidade de enxergar a vida com um olhar mais divertido, mais luz e brilho, é uma característica de pessoas iluminadas, que conseguem ir além das negatividades da vida diária e enxergar um mundo de MUITAS possibilidades.


As pessoas que levam tudo a sério demais, que não conseguem enxergar HUMOR na vida, não veem a beleza das coisas, vivem em um mundo preto e branco, sem um propósito, sem felicidade, e não veem o significado das coisas.


SEMPRE LEMBRANDO - A nossa mente é como um paraquedas funciona melhor quando está aberta...


Daniel Goleman psicólogo e PhD pela Universidade de Harvard, JORNALISTA CIENTÍFICO especializado nessa área, menciona os cinco pilares da inteligência emocional.


E diz o seguinte: “quem desenvolve essa inteligência é capaz de”:

1. Conhecer as próprias emoções 

2. Lidar com as próprias emoções 

3. Motivar-se

4. Desenvolver a Empatia

5. Saber se relacionar com sigo mesmo. Interpessoalmente.
 

O PILAR DE CONHECER AS PRÓPRIAS EMOÇÕES 

 É ter autoconsciência, discernimento e auto compreensão.


Isso parece fácil, mas não é.

 Acredito, que seja mais fácil conhecer o outro do que conhecer a si mesmo, E A ESTRADA É LONGA pois, o autoconhecimento é um exercício diário.

Treino diário como um bebê quando começa a dar seus primeiros passos, ANDA, CAI E LEVANTA...


- O PILAR DE CONTROLAR E LIDAR COM AS PRÓPRIAS ÀS EMOÇÕES

confortar-se, lidar com a ansiedade, tristeza, irritabilidade, fracassos, ou seja, ser resiliente. Igual o Joao bobo do Globo Esporte. Que leva um tapa balança e balança mais não cai e volta ao estado normal de novo.

É ter uma reação positiva diante das adversidades. É saber superar e recuperar-se de forma rápida diante de fatos e acontecimentos, ser resistente e forte.

 

Analisar as emoções e saber como administrar seus estímulos SÃO TAREFAS PARA TODA O DIA e para toda vida.

 

De passinhos a passinhos para transmutar as emoções e ponderar sentimentos.


 O PILAR DE MOTIVAR-SE A BENDITA AUTOMOTIVAÇÃO

É também a capacidade de entrar em fluxo. Ter produtividade e alto desempenho em tudo o que empreende. Assim como também é ter autocontrole para deixar para depois a satisfação imediata. Deixar para depois a pressa e as aflições.


Como disse antes, “a inteligência emocional é um exercício que deve ser praticado todos os dias”. 

Talvez você ainda não se sinta capaz de auto motivar-se, mas tente, “pense positivamente, evite usar palavras negativas para definir seu dia”.


Quando alguém lhe perguntar sobre seu trabalho ou sobre seu relacionamento pessoal, sobre sua vida, procure sempre palavras positivas, seja bondoso e gentil a si mesmo. 

Fale para você mesmo: “Hoje será um dia maravilhoso!”.


- O PILAR DE DESENVOLVER A EMPATIA RECONHECER AS EMOÇÕES DOS OUTROS. 

Saber se colocar no lugar do outro.


Esse dia fui ao mercado com meu neto comprar duas pizzas, o que aconteceu lá eu confesso que não senti empatia nenhuma com o gerente do supermercado...

 

 Estávamos eu e meu neto escolhendo os sabores das pizzas as quais queríamos levar, separamos as pizzas para a devida escolha dos sabores que iriamos levar... Naquele momento o gerente ENTROU NO NOSSO MEIO antes de termos escolhido as pizzas e as organizou, como uma forma de nos chamar atenção de como as pizzas deveriam ficar ordenadas...


- Não senti empatia por ele. Eu não entendi a atitude dele, mas senti como se não tivéssemos o direito de escolher os sabores das pizzas... Porém, se eu me coloco no lugar dele sendo o gerente do mercado podemos entender essa atitude dele, - quem sabe muitas pessoas tiram as coisas do lugar e deixam tudo bagunçado!?.


Muitas vezes, a empatia chega à NOSSA VIDA quando também passamos por determinadas situações e aprendizados.


Se você tem dificuldade para ser empático, tente substituir aquela pessoa que está passando por algum problema ou lhe pedindo algo por alguém que você ama muito...

 

PENSE: - e se fosse meu pai, minha mãe, meu filho, minha irmã?...

“Será que estou tratando as pessoas como eu gostaria de ser tratado ou como gostaria que tratassem os que amo?”


- O PILAR DE SABER SE RELACIONAR INTERPESSOALMENTE.


Acho que a palavra-chave aqui é respeito. Respeito é à base das boas relações. Eu não preciso gostar de alguém nem conviver com ele, nem admirá-lo...

Mas o respeito está em primeiro lugar, quando me relaciono com alguém, seja no trabalho, na vizinhança, no posto de gasolina ou no supermercado.

Não preciso ser a mais simpática, NÃO QUE ISSO NÃO SEJA IMPORTANTE, mas se eu demonstrar respeito, já será à base do meu relacionamento interpessoal.


ENTÃO ESSES SÃOS 5 PILARES DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL ,POR DANIEL GOLEMAN.


E PODEMOS NOS QUESTIONAR?


Como EU quero que as pessoas me vejam?!

. Desequilibrada?... Estressada?... Qual imagem eu quero que tenham de mim: focada?... Racional? Que tipo de impressão quero deixar na memória das pessoas?... Vamos meditar um pouco sobre isso.


Todos temos um temperamento explosivo, impulsivo, ciumento, agressivo, mas...- será que tem de ser sempre assim?... Será que, no decorrer da nossa existência, não é melhor ir à busca do equilíbrio e ir corrigindo esses deslizes comportamentais?

 

- “A Inteligência Emocional faz isso, ela amadurece nosso comportamento para que  saibamos como lidar com todos esses sentimentos de forma prática e racional”.


- Comece hoje a praticar a sua Inteligência Emocional, é um exercício diário, tenho a certeza que você não vai se arrepender.


- Todos nós temos o desejo e a necessidade de se sentir bem, de entender e lidar com as nossas emoções, de se sentir motivado e conseguir se motivando sempre, ser empático com as pessoas e consigo mesma.


Assim como podemos usar do lado negativo a nosso favor! As emoções negativas podem se tornar benéficas se conseguimos aplica-las de modo correto?

Sim!


Inteligência emocional também é a capacidade de criar motivações para nós mesmos e PERSEVERAR os nossos objetivos, apesar dos osbstáculos e das dificuldades. É controlar seus impulsos sabendo esperar pela satisfação dos seus desejos realizados.




Como assim Alice? Olha só!


- Os estudos mostram que as nossas emoções determinam a qualidade de nossas vidas, elas são classificadas como boas ou más, ultimamente estudamos muito sobre a nova forma de ver o mundo, E FICA CADA VEZ MAIS CLARO que as situações e emoções vivenciadas são úteis, nos trazem grandes lições.

 

E se aplicadas de forma que nos leva a sair da estagnação e promover os impulsos necessários para conquistar algo.


- A raiva, o ódio, o rancor, a infelicidade, POR EXEMPLO, podem nos motivar a conquistar coisas como um novo emprego, tomar a decisão de começar a academia, nos afastar de amizades negativas, fazer uma faculdade, largar um vício, impulsionar a economizar para fazer uma viagem, comprar um carro e muitas outras coisas.


Só precisamos aprender aplicar a nossa inteligência para aprender as lições que o lado negativo nos traz, sentir gratidão por eles, pois são autores da nossa vida. Ajudam-nos a impulsionar para agir, fazer algo a mais, tomar uma atitude para mudar.


Porque, se você usar o lado negativo de forma negativa e transformá-los em sentimento de rejeição e murmuração, sua vida não vai mudar e você vai se afundar em reclamações sem fim, além de contaminar os outros.


E virar uma bola de neve até não conseguir mais sair dela. Afinal o pensamento negativo atrai sim energia negativa. Mas se usado da forma correta, compreender A LIÇÃO QUE TEM POR TRAZ DELES, AI SIM ATRAÍMOS os bons sentimentos junto com eles.

O universo conspira! E podemos mudar a conspiração...


Ex; Você deseja parar de fumar!

 Pegue sua raiva, sua angústia e foque no quanto odeia estar fumando, ENTÃO ENTRE EM AÇÃO E NÃO PARE até começar a ver os resultados.

 

Para parar de fumar, foque no quanto odeia estar fumando o quanto isso faz mal, e procure fazer meditações e reprogramações e mude de hábitos.

 

Conforme os resultados vão aparecendo, junto com eles os sentimentos de realização, gratidão, felicidade vão surgindo.


Outro Exemplo; Você deseja subir de cargo. No trabalho.

Dedique-se mais, procure ver o que os funcionários QUE SE DESTAQUEM fazem. E use essa raiva que você sente em vê-los sendo o destaque e se impulsione para você ocupar esse lugar.


Use as emoções “negativas” para focar na situação e provocar mudanças! - Esse é o segredo.


Não reclame, não murmure e não alimente esse tipo de emoção para FICAR SE LAMENTANDO POR DENTRO E NEM para os outros, isso corrói a alma e nos paralisa.



- UMA DAS MELHORES SOLUÇÕES QUANDO NÃO CONSEGUIMOS TER O AUTOCONHECIMENTO O SUFICIENTEMENTE?

 

- O melhor e mais indicado tratamento é a psicoterapia.

E na medicina tradicional são utilizados medicamentos, como os ansiolíticos.

 

Inteligência emocional é aquela habilidade que você adquire depois de muita dor, muitos foras e muitos erros. É aquele sentimento de amor-próprio que faz você enxergar além das aparências e analisar as situações com equilíbrio, moderação e bom senso.


O problema é que, infelizmente, nem todos à desenvolveram e o que era para ser natural com as experiências da vida, passa, a ser uma tortura psicológica sem fim.


- DE FORMA BEM RESUMIDA: A essência da inteligência emocional acontece quando conseguimos equilibrar o lado racional com o lado emocional, já que dessa forma, diante de situações destrutivas, o cérebro consegue neutralizar atitudes que promovam as emoções que levam à depressão e às situações de risco.


Simples, não é? Mas, infelizmente, nem todos conseguem esse ponto de equilíbrio e deixam que as emoções tomem as rédeas da própria vida.

 

A BOA NOTÍCIA!

 

Agora eu vou lhe dar a boa notícia “A inteligência emocional pode ser desenvolvida!!”


Isso significa que elas podem ser aprendidas, mas, como qualquer outra habilidade, exigem o conhecimento, a prática e a repetição.


Muito bem!.. -Existem várias maneiras de você desenvolver sua inteligência emocional; você pode fazer exercícios de meditação, você pode começar lendo livros sobre o assunto, encontrando maneiras de buscar autoconhecimento, por exemplo: - passar pelo processo de reprogramação mental.

 

Ou mesmo fazer cursos dedicados ao tema. Desenvolver a inteligência emocional é uma das garantias de que você vai ter sucesso na vida, sem perder a saúde, a família e a alegria.

 

 

Please reload

Profissional de Terapia Holística, Parapsicóloga Alice Follmann

Sou palestrante, parapsicóloga...

Sobre Alice Follmann
Receba atualizações

Você receberá um e-mail para confirmação!

Posts Destacados

O QUE EXATAMENTE VOCÊ DEVE FAZER COM A PIZZA?

15.09.2020

1/3
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Siga
  • Facebook Black Round
  • Twitter Black Round
  • YouTube - Black Circle
Procure pelos Tags
Please reload

EbooK Gratuito Em busca da vida 4 Passos para superar a Depressão

© 2015 criado com Wix.com

Rua Marechal Castelo Branco, 98 - Missal /PR 

 

Todos os direitos reservados à Alice Follman - O Estudo da Mente