O homem DESBUSSOLADO.


O que isso significa?

“O Homem desbussolado” é um indivíduo sem norte que não sabe o que quer da vida, não sabe para onde vai, não arrisca, recua, é aquele que não escolhe. É aquele que “tanto faz como tanto fez”. Que não sabe o que quer ou deseja, é um homem sem NORTE.


(Lewis Kraus) em seu livro – Alice no país das Maravilhas, em uma passagem onde Alice e o Gato Cheshire conversam. Alice pergunta – qual estrada devo tomar? Isso depende muito do lugar para onde você quer ir – disse o Gato. Eu não sei para onde ir! – Disse Alice. Se você não sabe para onde ir qualquer caminho serve.


Esta passagem nos mostra como, hoje, a grande maioria dos jovens adultos, estão sem um norte, vivem a vida sobre a proteção dos pais, entraram no comodismo e se tornam desbussolados frustrados e inseguros com medo de se lançar no mundo. E as “amarras da vida não conseguem ser desatados pelo desbussolado”.


A definição de “homem desbussolado” foi cunhada pelo psicanalista Geraldo Peçanha de Almeida, ele analisa as características, causas e consequências desse fenômeno.


O Pesquisador como José Marín-Barbero e o teórico Zygmunt Bauman vem debatendo a des-ordem social e seus impactos na pós-modernidade. E concluíram que a sociedade está vivendo uma liquefação dos valores da moral e da ética, vivemos para o consumo, para o prazer... Onde cada dia surge um aparelho, uma roupa, um móvel... Mais moderno. E “ter” é o que traz satisfação, (uma satisfação momentânea e ilusória). Falta diálogo!

Recomendo a Leitura da obra

Vida Líquida!

O psicanalista Dr. Geraldo elencou as características do “homem desbussolado” – para ele, é um sujeito da atualidade que não percebe as coisas mínimas que enxerga somente o macro, ele foca e não localiza. Ele sabe que precisa fazer algo e ao mesmo tempo mas não avança.

Dentro do pilar do trabalho ele tem inúmeras escolhas, como não sabe bem para onde ir opta por duas ou três profissões ao mesmo tempo, denominado como “Multiprofissionais do desejo”, mas, não se ele da-se conta que optando por duas ou três áreas ele perde o foco, não atingindo resultados em nenhuma das áreas.


Não é possível ser um médico, um advogado e um cozinheiro excepcional, ao mesmo tempo, porém o individuo desabussolado acredita que sim, que é possível ser um excelente profissional em todas as áreas que optou, achando que todas as escolhas cabem em sua vida. Esse sujeito não considera o fracasso - a falha, e é justamente aí que o “castelo de vidro começa a ruir” por crer que é possível abraçar o mundo e ao mesmo tempo não abraça nada, vive na ilusão!


Com isso vem a frustração, e a vida vira um caos. E a característica do homem desabussolado está na dificuldade que esse indivíduo tem em fazer escolhas dentro das múltiplas oportunidades, possuem uma mente fechada para o novo, embora seu discurso não se paute nessa ideia, e sim, na liberdade de escolher.


Com esse fenômeno percebemos uma sociedade doente, onde o índice de suicídio para ambos os sexos é altíssima demonstrado pelo exponencial indivíduo desabussulado.

Então, o real motivo de termos uma sociedade doente é que o sujeito não consegue organizar sua vida, pois ele não aceita a ideia de perder ou fracassar. Possivelmente, na infância tudo lhe foi dado, nunca teve regras e rotinas, não sabe o valor das coisas, tudo foi muito fácil! Constroe-se assim, jovens adultos que vivem na ilusão de que só existe a vitoria e que não importa o que faça o objetivo é o sucesso.


O problema, segundo Dr. Geraldo, em acreditar que tudo é possível é que o sujeito se torna mecânico, uma máquina, e, até mesmo as máquinas falham. E quando o homem falha logo ele não serve, não presta e é substituído pois, vivemos numa sociedade perversa e totalitária.


E como, então, sobreviver a este fenômeno, quando se auto detecta ser uma pessoa Desbusssolada?


Quando nascemos somos páginas em branco que precisam ser preenchidas, com amor, com valores, com ética, com uma moral, etc. Aprendemos que a sociedade é composta por regras, por leis, que servem para que todos vivam em “Harmonia” ou ao menos que possamos nos respeitar e não agir como animais.


Nesse processo criamos crenças que limitam nossa vida, contraímos traumas, sofremos, somos mimados, bajulados,super protegidos e aprendemos o que é considerado pela sociedade atual como “certo ou errado”.


Os indivíduos desbussolados foram preenchidos como cada sujeito que nasce e preenche suas lacunas. E para que se tenha um norte, é necessário saber o que realmente deseja, quando não se consegue encontrar seu desígnio por conta própria é preciso buscar ajuda, ajuda de profissionais, terapeutas, que o auxilie com técnicas de reprogramação da mente inconsciente.


Pois, através da reprogramação da mente inconsciente é possível mudar paradigmas, se libertar de crenças limitantes, transformar energias negativas em energias positivas e alcançar uma vida plena, com harmonia e bem-estar.


Abraços

PA E LUZ!

ALICE FOLMANN














Profissional de Terapia Holística, Parapsicóloga Alice Follmann

Sou palestrante, parapsicóloga...

Sobre Alice Follmann
Receba atualizações

Você receberá um e-mail para confirmação!

Posts Destacados
Posts Recentes
Siga
  • Facebook Black Round
  • Twitter Black Round
  • YouTube - Black Circle
Procure pelos Tags
EbooK Gratuito Em busca da vida 4 Passos para superar a Depressão

© 2015 criado com Wix.com

Rua Marechal Castelo Branco, 98 - Missal /PR 

 

Todos os direitos reservados à Alice Follman - O Estudo da Mente