NATAL X MELANCOLIA

NATAL X MELANCOLIA.

Como explicar essa espécie de limpeza ou purificação, o despertar das emoções reprimidas e não ditas durante o ano, que se instalam entre Natal e Ano Novo?

É um tempo de mudanças de ciclo que se repetem a cada ano, marcado por Final de Ano e um Recomeço de Ano. Emoções que causa na pessoa sensações de que sempre haverá tempo para ter mais tempo. Uma manobra para disfarçar coisas como morte e sensações traumáticas, pois há sempre a ilusão de um recomeço, de uma vida nova.

Ou melhor, dizendo, uma ilusão saudável, que quase todos compartilhamos, pois nos traz a ideia de recomeço. O trágico disso é que pessoas melancólicas, depressivas e psicossomáticas, em geral, também veem um Final de ciclo e um Novo Recomeço. Para eles, esse recomeço abrirá um novo ciclo de sofrimento. Essas pessoas, de certa forma, até entram nesse exemplo a ser seguido e imposto como um período de felicidade.

São os dois lados do mundo moderno aonde, já não há mais espaço para drama ou queixumes. Situações que eram bem mais comuns, nas gerações anteriores, pois a sociedade vivia muito mais enaltecendo o sofrimento do que hoje, ao contrário, hoje se enaltece a felicidades sem fim.

Como é possível manter um equilíbrio emocional saudável enfrentado o término de um ciclo e o inicio de um novo ano?

As pessoas precisam trabalhar melhor as questões dos seus lutos, as suas perdas e seus conflitos, ter mais habilidade e supera-los. “Não perdemos ninguém somente quando deixamos de amar”, se alguém morreu entender que ele apenas partiu antes. E os conflitos perdoa-los. Acabar com os velhos rituais de sofrimento.

O Natal tinha todos os rituais em torno da festa de nascimento de Cristo, do renascimento, vida nova, da alegria e da felicidade. Hoje, há muitas linhas de pensamento que cada vez mais tem novas datas para se tornar feriados comuns, como qualquer outro dia para ir à praia com a família ou os amigos fazer festa a toda hora, que no passado não existia, isso fez com que os valores começaram a se perder. São justo estes valores de findar um ano e recomeçar um ano novo que dá consistência ao nosso aparelho psíquico. Que dá a base para as nossas experiências para podermos criar referências de vida e dar a elas sequência. Quando essas referências do Natal e final de ano. Novo ano, “o recomeçar”. Começam a ser perdidas pela população aí começam as consequências coletivas é que começamos a viver em um universo caótico. Sem graças sem alegria e sem motivo de viver, perdemos a nossa referência.

Nos Terapeutas Holísticos e cada um de vocês, devemos jogar um olhar sobre estas perdas de valores e estas referências, sem referências e sem modelos a serem seguindo a humanidade perde o sentido da vida, nada tem mais graças, não vai ter mais o Natal em família, não dão mais uma parada para reavaliar seus projetos de valores.

Conseguir se auto-organizar, de forma bem consciente, sereno sair desse modelo em que tudo tem que estar voando trabalhar melhor estas questões de estar em alta velocidade e sem modelo a seguir, dar uma paradinha. Criar um novo modelo consistente através da auto-organização e se possível ajudar organizar os outros.

Feliz Natal e Próspero ano novo.

Terapeuta Holística

Alice Follmann.

Profissional de Terapia Holística, Parapsicóloga Alice Follmann

Sou palestrante, parapsicóloga...

Sobre Alice Follmann
Receba atualizações

Você receberá um e-mail para confirmação!

Posts Destacados
Posts Recentes
Siga
  • Facebook Black Round
  • Twitter Black Round
  • YouTube - Black Circle
Procure pelos Tags
EbooK Gratuito Em busca da vida 4 Passos para superar a Depressão

© 2015 criado com Wix.com

Rua Marechal Castelo Branco, 98 - Missal /PR 

 

Todos os direitos reservados à Alice Follman - O Estudo da Mente