BULLYING


Atos de violência FÍSICA, MORAL, PSICOLÓGICA ou VERBAL quando ocorridos de forma repetitiva voltados para uma única vítima, podendo ser realizados por um ou mais agressores, recebe o nome bullying; caracterizado, basicamente, por indivíduos que zombam, caçoam e humilham, na maioria das vezes em público, um indivíduo considerado mais “fraco”, que não emite e nem expressa suas opiniões, considerada uma pessoa que os outros acham que podem fazer o que querem e que o indivíduo não tomará nenhuma providência diante do que está acontecendo.

Ele envolve uma relação desigual de poder, na qual um ou mais jovens tentam dominar ou humilhar outro jovem considerado por eles mais fraco e/ou inferior. Pode ser dividido em duas categorias: bullying direto e indireto. No bullying direto os ataques são deliberados, na frente de testemunhas, como ocorre na violência física. No bullying indireto, os ataques são velados, sendo esse tipo mais associado à violência psicológica.

As vítimas de bullying geralmente são tímidas, de baixa autoestima e sensação de inferioridade. Elas podem sofrer estas agressões no ambiente escolar, de trabalho ou mesmo familiar.

COMO ACONTECE E COMO EVITAR

Quando percebidas as atitudes de bullying é imprescindível educar o agressor mostrando que suas atitudes são erradas e que consequências podem ser geradas a partir disso e deve-se oferecer ajuda a vítima e fazer terapias para superar o bullying.

No trabalho, é necessário que a vítima ou alguém externo que perceba esses atos leve o caso ao superior para que ele resolva o problema, afim de gerar organização e harmonia dentro da empresa. Lembrando que, geralmente a vítima não expõe o que sente, e que se achar melhor, pedir ao superior fazer interferências de modo que sua solicitação seja anônima.

No ambiente escolar, a presença dos pais é essencial, eles devem explicar o que pode ou não ser explanado e o que deve ser levado para casa, para resolverem juntos. A atenção deve ser voltada tanto para aquele que futuramente pode ser o agressor, quanto para aquele que pode ser uma vítima. Outrossim, a escola deve perceber sozinha atos de bullying e punir severamente os agressores.

Profissional de Terapia Holística, Parapsicóloga Alice Follmann

Sou palestrante, parapsicóloga...

Sobre Alice Follmann
Receba atualizações

Você receberá um e-mail para confirmação!

Posts Destacados
Posts Recentes
Siga
  • Facebook Black Round
  • Twitter Black Round
  • YouTube - Black Circle
Procure pelos Tags
EbooK Gratuito Em busca da vida 4 Passos para superar a Depressão

© 2015 criado com Wix.com

Rua Marechal Castelo Branco, 98 - Missal /PR 

 

Todos os direitos reservados à Alice Follman - O Estudo da Mente