O estresse afeta a saúde e piora o estado da depressão. Aprenda AGORA como lidar com esta situação

14.09.2016

 

  • A sua casa está suja?
     

  • O que está errado com você?
     

  • O que você já tentou fazer para mudar?
     

  • Desde quando você percebe que é diferente que os outros?

 

O que fazer para limpar a sua casa suja de stress e depressão?

 

 

Faça o seguinte: pegue um papel e uma caneta e faça uma lista de tudo que esteja errado com você. Não importa o que as outras pessoas acham disso. Pois saiba que, o que pode estar certo para você pode não estar certo para os outros e o que pode estar certo para os outros pode não estar certo para você. Todas as pessoas agem e interpretam as coisas de sua forma, e de forma diferente, não temos que fazer tudo do jeito que os outros querem.

 

Exercício: Então, faça uma lista de todas as partes de sua vida que você gosta menos, que dificultam a sua vida ou que você se envergonha, ou ainda que podem ferir os outros. Por exemplo: Seus Medos, medo de fazer uma leitura, falar em público, pedir um emprego; dificuldades de se relacionar com outras pessoas; as coisas que fazem você se retrair e se afundar quando pensa nelas... Maus hábitos, gritar com seu filho ou com alguém da família, empurrar a comida com os dedos encima do garfo, entrar em casa com calçados sujos, as coisas que realmente ferem os outros... Suas fraquezas como, ficar estressado, ansioso, chantagista, teimoso ou fazer os outros virem até você para conseguir o seu intento... Todas as coisas que você acha que estão erradas em seu corpo: magro demais, gordo, cabelos lisos ou encaracolados, espinhas no rosto, nariz inadequado... Coisas que as outras pessoas lhe acusaram, mas os quais você não se acha culpado, mas você fica imaginando. E também se: o pai lhe chamou de burro, a mãe disse que você não presta para nada, a ex-namorada o chamou de machista, o colega de trabalho parece pensar que você não é capaz... Dê um tempo para meditar e registrar tudo que vem na sua memoria, pois é muito importante você identificar tudo e relacionar. Beleza?

 

 

Desde quando você percebe que é diferente que os outros? Agora pense, há quanto tempo você luta com essas questões?

 

Muitas dessas questões provavelmente existem desde a sua infância, sua adolescência ou juventude, quando nos tornamos conscientes o bastante para perceber que éramos diferentes dos outros. Algumas dessas questões já estavam lá desde a infância, há muito tempo atrás. 

 

Exercício: Você pode se deitar e respirar fundo para trazer à sua memoria ou deixar a sua mente ir de volta ao seu passado e deixando passar um filme na sua memória das coisas ruins de sua vida.

 

Agora vamos lá! Você pode voltar atrás e trazer na imaginação, ou ouvir uma voz lhe dizendo todas as coisas ruins de sua vida? Isso lhe lembra de alguém? É alguém da família? Um personagem da TV? Ou um bicho de sete cabeças criado por sua mente? De quantas maneiras você tentou mudar essas coisas que não gosta em si mesmo? Médicos, terapias, exercícios físicos, alimentação, livros de autoajuda, orações, novenas, festas, drogas.

 

De quantos modos você tentou? Você ainda tem vontade de lutar? Além de tudo que você fez quantas vezes você conseguiu superar? Você tentou de tudo que você sabe? Você aceita a ideia de que você talvez não saiba como mudar essas coisas? Que talvez os poderes normais da mente não sejam as ferramentas certas?

 

E se sugerisse para você parar de lutar? E se a luta estiver piorando o problema, ou somente mantendo você vivo?

 

Fazendo e analisando tudo isso que te instiguei ai acima, pensando em tudo que está errado com você, você começou a se harmonizar, quem sabe erra exatamente estas questões que estavam desnorteando você.  É A CRITICA INTERIOR. Um forte aspecto da depressão. O universo dá para nós mais do mesmo. Se ficar remoendo coisas negativas o universo nos dá mais do mesmo, e não nos perdoa. Se buscar coisas boas e positivas o universo funciona do mesmo jeito, nos dá mais do mesmo, que bom que podemos fazer escolhas e ponderar a nossa vida.

 

Ainda não recebe meus e-mails?! Se cadastre agora no campo abaixo, e receba semanalmente meus e-mails com as atualizações

Se você já recebe meus e-mails, continue acompanhando o Caminho da Superação que estou “destrinchando” aqui para você.

O que está errado com você?

 

Organize-se! É fácil? Não. Supere a voz do medo, este é um dos grandes vilões da nossa vida, que nos sabota.  Se não conseguir superar sozinho meu conselho é busque ajuda de um terapeuta.

 

Leia também > Como criar rotina de descanso alternando com as atividades

 

Leia também > A Ansiedade pode até te paralisar. Cuidado!

 

Há outra parte de você que tenta defender você contra os ataques da crítica interior, os mecanismos de defesa que usamos para escapar ou esquecer a crítica interior, mas é um tiro no próprio pé. Considero uma fuga da realidade o uso de álcool, drogas, prostituição, gastos excessivos e excesso de comida. Mecanismos de defesa como negação, racionalização e dissociação.

 

Enquanto fugimos ou tentamos esquecer, estamos dando mais munição a crítica interior e o tormento persiste, angustia aumenta e tentamos nos esconder ou fugir da nossa própria consciência. Isso nunca funciona. Na terapia o terapeuta ajuda a pessoa a encarar os seus medos. Com gentileza, compressão em relação ao cliente e seus problemas. Compressão maior do que o próprio cliente tem consigo mesmo. Com calma e sem medo, entender como as coisas ficaram tão ruins e supondo enfrentar a realidade sem medo, ajudar a pessoa encontrar alivio de sua angustia.

 

Há sempre oscilações entre sermos permissivos e punitivos com nós mesmos devido à forma como fomos educados. A compaixão substitui tudo isso: gentileza, amor, graça, misericórdia, empatia, coragem, força e confiança.

 

Sempre se pergunte: quem está no controle de sua vida? Quem administra nossa vida e está no controle? Quem toma as decisões? Quem está na boleia de nossa aeronave?

 

Precisamos ser um piloto sábio, calmo, e competente para assumir o controle e se livrar desses personagens negativos e ruins que nossa mente criou.

 

Vamos compreender que os que levam a vida normal também sentem medo, estrese. A diferença está em saber lidar com tudo isso. Doenças, perdas, problemas financeiros, problemas no trabalho são coisas com que todos nós teremos que lidar. Sabemos que é difícil fazer as mudanças, o que faz realmente sofrer é a transição da mudança. Saber é uma coisa, agora transitar para que as mudanças aconteçam é outra coisa. Por isso devemos ser fortes e persistentes, para que a transição ocorra.  Muitas vezes precisamos de muita ajuda e apoio. De nada adianta mostrar o que deve ser mudado sem que realmente haja a transição que é o processo de mudança que não acontece de dia para noite.

 

Encontre o piloto dentro de você, altere o que precisa ser alterado, evite o que precisa ser evitado, aceite o que precisa ser aceito.

 

Pratique plenitude mental com efeitos das práticas de meditação na mente e no corpo, ajuda e muito na depressão, estrese, dor crônica, ansiedade, pânico, neuroses mista, e melhora e muito o bom humor.

 

Ainda não recebe meus e-mails?! Se cadastre agora no campo abaixo, e receba semanalmente meus e-mails com as atualizações

Se você já recebe meus e-mails, continue acompanhando o Caminho da Superação que estou “destrinchando” aqui para você.

Comente e Compartilhe

 

Please reload

Profissional de Terapia Holística, Parapsicóloga Alice Follmann

Sou palestrante, parapsicóloga...

Sobre Alice Follmann
Receba atualizações

Você receberá um e-mail para confirmação!

Posts Destacados

COMPREENDA OS 4 ELEMENTOS DA MUDANÇA COM INTENÇÃO DE REPROGRAMAR PARA O PROPÓSITO DE PROSPERIDADE: - O que você escutava quando criança?

25.09.2020

1/3
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Siga
  • Facebook Black Round
  • Twitter Black Round
  • YouTube - Black Circle
Procure pelos Tags
Please reload

EbooK Gratuito Em busca da vida 4 Passos para superar a Depressão

© 2015 criado com Wix.com

Rua Marechal Castelo Branco, 98 - Missal /PR 

 

Todos os direitos reservados à Alice Follman - O Estudo da Mente