Envelhecemos, e agora?



Fases da vida, dos 56 aos 63 anos.


Entrar em cada etapa preparado é muito importante e nesta fase devemos entender de forma positiva às limitações físicas e as nossas virtudes a serem desenvolvidas e esta fase é a fase da intuição e do místico, que vão nos fazer envelhecer com dignidade e com qualidade de vida.


Alcançando a altura da aposentadoria, muitas vezes com problemas de saúde e de difícil aceitação psíquica. As folhas do outono já caíram, começa o inverno. Acontecem as reavaliações de valores, olhamos para traz, como foi a nossa vida, o que conquistei e o que não conquistei. Lamentamos o passado. Enchemo-nos de perguntas sobre a passagem do tempo e das conquistas. Se for uma personalidade negativa cai em depressão e se é alguém que sofre de normose só espera a aposentadoria, e se é um empreendedor aceita supera e sai para fazer grandes feitos.


Estudando a individualidade dos indivíduos de políticos, pastores, artesões, pintores, escritores, compositores, terapeutas, etc, da para perceber que 75% das grandes obras da humanidade foram criadas por pessoas acima de 60 anos.


A pessoa entra mais na sua espiritualidade, de muita meditação e misticismo, desenvolve a fase da sabedoria. A pessoa pode se tornar um verdadeiro líder “Guru”. Se olharmos como a humanidade se molda podemos perceber que nesta idade as pessoas ocupam altos cargos na humanidade, presidentes de países, papas, executivos de grandes corporações, pastores, aproveitando a nova forma de perceber as coisas pela intuição que agora aguça mais.


Uma grande maioria nesta fase fica mais livre para criar, porque as forças do ego e do eu se libertam do corpo, o verbo “Ter”, cede o passo ao verbo “Ser”, e assim descobrimos o verbo “Estar”, estar bem consigo mesmo, estar de bem com a vida, com a dimensão espiritual deve ser algo natural, valorizamos as partes que funcionam e as que não as compreendemos ou buscamos Terapeutas para harmoniza-las.


Nesta fase, as janelas do corpo começam a fechar-se para o universo exterior, abrindo as janelas do coração e da alma, que permitem apreciar o microcosmo sagrado que existe dentro de nós. Isolados dentro de nós mesmos, e olhamos criticamente ao nosso redor, ou de nós emana a verdadeira luz que agora foi interiorizada. Ou podemos ter nos tornado pessoas amarguradas e cheias de rancores.


Tornamo-nos mais serenos, os fenômenos do mundo já não causam tanto impacto em nós e percebemos que os meridianos diminuem sua energia naturalmente ou induzidos pelo corpo emocional de forma negativa, torna-se necessário equilibrar as emoções nas fases anteriores, se assim não foi, teremos que reformular o significado de algumas palavras do nosso dicionário: tristeza, sufocamento, raiva, amargor, medo, insegurança, vergonha, culpa, inflexibilidade, ansiedade, gula, dar a estas palavras um sentido positivo exige pensamento, sentimento, paciência, persistência e atitude.


As dificuldades físicas influenciam uma viagem que muitos não compreendem e viajam o mundo inteiro em busca de respostas, para finalmente encontrar o Deus interior, estava tão distante e tão perto, é uma vivência existencial surpreendente ao compreender que Deus não é um símbolo sentado no universo e sim uma vivência concreta ao alcance de todos nós com o Pai, Filho e Espírito Santo, impregnados nos corpos energético, espiritual, emociona, mental e físico.


Os cônjuges neste período nem precisam mais falar somente ficar horas e horas sentados juntos em silêncio para observar uma árvore sendo balançada pelo vento, um beija flor pousar na flor, por si só já expressa a harmonia em que os dois se encontram. Caso contrário se não encontram harmonia o casal se irrita facilmente e constantemente com os costumes do outro, (exemplo, roto, soltar os pum, forma de comer, roncar, etc...) desajuste total.


Compreendemos nesta idade que cada um tem o seu jeito sua forma e sua velocidade e tempo, que é único. Isso é um processo em que cada etapa deve adicionar valor à fase seguinte, quando fazemos mais do que esperado e quando nos diferenciamos, crescemos e desenvolvemos. Por isso o ser humano como um ser passageiro deve aproveitar cada experiência como um processo de aprendizado que será gravado no corpo energético e espiritual, toda essa gravação biográfica foi lapidada por meu Eu, e claro que poderia ter feito melhor, agora que compreendo a vida pretendo continuar sendo o piloto da minha aeronave. Protagonista da minha história.


Quem está na ativa nesta idade desenvolve uma poderosa visão de futuro, para contribuir e inspirar as futuras gerações. Prepara o terreno para que outros possam cultivá-lo, baseados numa conduta ética e moral.


Nesta fase, falamos pouco, observamos as tendências do mundo, ouvimos muito e fazemos ainda mais perguntas, quando as pessoas buscam respostas, estas perguntas levam eles discernir e a estimular a criatividade. Muitos velhos cultivam flores e o seu jardim passa a ser novamente importante; ou então confeccionam brinquedos para netos e netas. Ser avô ou avó pode ser um aspecto importante para a velhice. E quais são os netos que não gostam de escutar contos de fada, que vovô ou vovó sabem contar tão bem?


Um momento da vida em que administramos a energia espiritual de pessoas, grupos ou organizações induzindo-as a compreenderem de onde vieram, onde estão e qual e a razão da sua existência, para descobrirem a missão os valores que norteiam a visão individual e coletiva.


Gradativamente, à medida que as forças físicas vão diminuindo, a luz interna pode crescer – a luz externa da criança se interiorizou totalmente no decorrer da vida e o velho começa a luzir de dentro, cumprindo a sua evolução de ser humano na nossa terra, e levando esta luz metamorfoseada para além-morte, de volta ao cosmos. O medo da morte, que em muitos já existe desde a juventude, pode ser superado em grande parte pela consciência dos acontecimentos que ocorrem com a alma e o espírito após a morte. Já estuda pelos fatos das mortes aparentes, em que a pessoa foi e voltou a viver de novo. Na literatura antroposófica de Rudolf Steiner podem ser encontradas referências a inúmeros desses aspectos.


Fonte: http://www.antroposofy.com.br/wordpress/a-biografia-humana-9o-setenio-e-as-fases-tou.finais/#sthash.xftgOWzo.dpuf

Assista ao vídeo sobre a fase da vida dos 56 aos 63 anos e compreenda melhor esta fase:

Deixe seu comentário aqui em baixo. Deixe sua sugestão de assunto.

Profissional de Terapia Holística, Parapsicóloga Alice Follmann

Sou palestrante, parapsicóloga...

Sobre Alice Follmann
Receba atualizações

Você receberá um e-mail para confirmação!

Posts Destacados
Posts Recentes
Siga
  • Facebook Black Round
  • Twitter Black Round
  • YouTube - Black Circle
Procure pelos Tags
EbooK Gratuito Em busca da vida 4 Passos para superar a Depressão

© 2015 criado com Wix.com

Rua Marechal Castelo Branco, 98 - Missal /PR 

 

Todos os direitos reservados à Alice Follman - O Estudo da Mente