A Fase da Vida Juvenil


Entre os sete aos 14 anos os seres humanos desenvolvem o Conhecimento das emoções.


A partir desse período estamos abertos para o processo de aprendizado em todas as áreas e isso deve acontecer naturalmente e de forma equilibrada dentro da sintonia desse período. Sem pular fases, acompanhando o desenvolvimento tecnológico, sem estresse, em harmonia com o ensino e as estratégias de educação, de maneira lúdica.


De certa forma o brincar, o prazer no processo de ensino e aprendizado do jovem, de forma lúdica já vem da fase anterior “Da Infância”. Quando isso não acontece, alguma coisa pode não estar bem.


Ser um indivíduo feliz e alegre, inteligente e experto, tendo um direcionamento com objetivos definidos. Já vem de infância bem estruturada. Boa e centrado que o jovem passou. Desenvolvendo sua capacidade e seus valores


Em certo sentido a fase anterior reflete agora o andar lúdico, falar didático e o pensar pedagógico.


Ao chegar à meia idade entre os quarenta e sessenta anos o inconsciente tende a puxar esta fase mostrando a importância de fazer vivenciar cada etapa na melhor forma possível.


Grandes mudanças ocorrem para a maioria das pessoas, o início da vida escolar, deixando à casa a mãe, à família, partir para o jardim da infância, e dali para a escola e de repente se depara que está só perante um novo mundo, emocionalmente são dias marcantes. Da proteção do lar se entra num mundo de muita gente onde interage com desafios e confrontos e autoridades. Isso muitas vezes é traumático.


Somos obrigados a cortar o cordão umbilical invisível de proteção, de carência afetiva criada pelos pais ou responsáveis. De uma forma brusca, bem no período em que se desenvolve o centro energético da afetividade.


Os preconceitos nesta fase causam muitos estragos emocionais (machismo, feminismo, racismo, crenças limitantes, religião, política, timidez, bulling). Especialmente porque ficam ancorados nestes fatores até cair à ficha ou quando buscam uma Terapia e elas descobrirem o porquê da vida ser assim, se podia ser bem diferente.


Nesta fase o mundo é belo, porque reconhecemos o feio, por isso é fundamental desenvolver sentimentos positivos que despertam boas emoções “Todos os dias deveríamos ler um bom poema, ouvir uma linda canção, contemplar um belo quadro e dizer algumas bonitas palavras”. Estas palavras estão diretamente ligadas ao processo de inspiração e expiração.


Continua o aprendizado das comidas que já se iniciou na fase anterior, nesta fase, se não aprendermos a comer frutas, verduras e legumes dificilmente faremos de livre e espontânea vontade mais tarde.


E uma fase de ritmos e horários para tudo, dormir, acordar, necessidades biológicas, escola, estudar, brincar, comer.


Os pais e os educandos não percebem e não estão atentos a um ritmo que passa despercebido que é muito importante na estrutura da personalidade que é o da introversão e da extroversão. O jovem muitas vezes não compreendido, e é extremamente necessário para as fases posteriores.


Fase importante para fortalecer a Autoestima reconhecendo que é um período de mudanças físicas marcantes, onde os pais e educandos com sabedoria deveriam informar que as atitudes desajeitadas, espinhas, nariz, pelos, estão trabalhando o corpo definitivo a ser completado nos próximos anos.



Gostou do que leu?

Comente aqui em baixo, queremos saber sua opinião

Inscreva-se em nosso Canal do YouTube e Assista ao vídeo Fase da Vida 3 - Juvenil

Profissional de Terapia Holística, Parapsicóloga Alice Follmann

Sou palestrante, parapsicóloga...

Sobre Alice Follmann
Receba atualizações

Você receberá um e-mail para confirmação!

Posts Destacados
Posts Recentes
Siga
  • Facebook Black Round
  • Twitter Black Round
  • YouTube - Black Circle
Procure pelos Tags
EbooK Gratuito Em busca da vida 4 Passos para superar a Depressão

© 2015 criado com Wix.com

Rua Marechal Castelo Branco, 98 - Missal /PR 

 

Todos os direitos reservados à Alice Follman - O Estudo da Mente